ok
         
 
VOCABULÁRIO
 
ARQUIVO
 
Lançamento de Arquivos de Criação: arte e curadoria, de Cecilia Almeida Salles
24.09.2010 por moderador

O livro Arquivos de Criação: arte e curadoria discute o objeto artístico e a curadoria em uma abordagem crítica que privilegia o percurso de construção, chamada de crítica de processo. Trata-se de uma série de ensaios sobre processos de criação, desenvolvidos a partir da documentação (cadernos, esboços etc.)  de manifestações artísticas diversas: artes visuais, literatura, cinema e dança.

O foco é dado nas especificidades em vários níveis: dos artistas estudados, do curador e do pesquisador. Quantos aos artistas, são apresentados os processos de Paul Klee, Alberto Giaocometti, Regina Silveira, João Carlos Goldberg, Evandro Carlos Jardim, Ignácio de Loyola Brandão, Daniel Senise,  Eça de Queiroz, Tomie Ohtake e Luiz Ruffato, entre outros. A produção cinematográfica é discutida a partir dos extras dos DVDs, de alguns cineastas, como Kiko Goifman, Eduardo Coutinho e João Moreira Salles.

Esta publicação oferece, também, uma reflexão sobre o processo de construção de curadorias, como a do evento Redes da Criação (Itaú Cultural). As interpretações das singularidades dos processos apresentados se sustentam no conceito de  processo de criação como redes em construção.

A leitura de Arquivos de Criação apresenta ainda uma reflexão metodológica, expondo o modo como estes estudos foram desenvolvidos. Os ensaios levam à proposta de uma crítica de processo, a partir de um mapeamento final sobre algumas características da arte contemporânea.    

Lançamento de Arquivos de Criação: arte e curadoria, de Cecilia Almeida Salles

28 de setembro de 2010, terça-feira

Conversas com os artistas Daniel Senise e Evandro Carlos Jardim, às 19h30

Itaú Cultural: Avenida Paulista, 149, São Paulo.

Entrada gratuita.

 


Como uma conversa no bar
8.07.2010 por moderador

Assumindo a criação como rede de interações, um grupo de fotógrafos mostra processos de trabalho em um blog, “para potencializar as interferências”. Trata-se de um projeto que reúne artistas e pesquisadores para discutir o desenvolvimento de três ensaios fotográficos, cujo percurso de construção está sendo registrado nesse espaço virtual.

 


Interview project, de David Lynch
7.07.2010 por moderador

Os documentários vêm explorando de maneiras diversas e instigantes a relação entre o filme que é mostrado publicamente e seu processo de produção. David Lynch e seu Interview Project on line, que envolve uma viagem, por 20.000 milhas dos Estados Unidos. Pessoas não são procuradas pelas indicações de um pré-roteiro, mas encontradas e entrevistadas, contando suas histórias.

A busca pelas histórias de vida dialoga com o Jogo de Cena de Eduardo Coutinho, ao mesmo que a proposta de tudo acontecer on the road tem seus ecos em 33 de Kiko Goiffman que, como Jean-Claude Bernardet define, é um documentário de busca.

http://interviewproject.davidlynch.com/www/#/all-episodes/121-spira

É interessante também estabelecer diálogo deste projeto de David Lynch com a proposta de Marcelo Gomes e Karim Ainouz, em Viajo porque preciso, volto porque te amo, assim como é apresentada pelos diretores em entrevista a Jean-Claude Bernardet.

http://jcbernardet.blog.uol.com.br/

 

 

 


Esculturas em tempo real
7.07.2010 por moderador

As obras da artista japonesa Sachiko Kodama, que trabalha com etroímãs e ferrofluído, se encontram no campo de interação ciência e arte. Em Morpho Towers o desenvolvimento das “esculturas” está relacionado com alguns parâmetros da música. São obras que fazem das formas que se transformam sua matéria-prima.


CadernosLivros não são diários de artista
7.07.2010 por moderador

Muitos artistas mantêm blogs com informações relativas a seus trabalhos, obras on line, registros de leitura etc. Este se torna outro espaço interessante para aqueles que querem compreender mais sobre a criação artística. No caso de Artur Barrio, ao entender o que são seus CadernosLivros, por exemplo, podemos colocá-los em diálogo como os diários ou as anotações de um artista.


Curadoria, novas mídias e processo
7.07.2010 por moderador

O livro New media in the white cube and beyond, organizado por Christiane Paul,  coloca em debate os modelos curatoriais para a arte digital, a partir do olhar de diferentes autores.  Como uma forma de arte temporal, dinâmica, interativa e colaborativa, resiste a “se tornar objeto”. É um meio que enfatiza o processo em detrimento do objeto, sendo um desafio para a curadoria e a preservação.  

O que vem sendo feito neste campo leva à apresentação da documentação do processo, entrevistas com artistas e registros audiovisuais.

 


Processo de criação em restauro
7.07.2010 por moderador

É interessante observarmos a opção curatorial no caso da exposição de Nicolas Poussin no Masp. O foco era o restauro da obra Hymeneus Travestido Assistindo a uma Dança em Honra a Príapo.

Foi mostrado não só o quadro como apresentado vídeo e feita uma publicação bilíngue (Curie, P. Poussin: restauração, restauration. São Paulo: Imprensa Oficial, 2009) sobre o processo de restauro. Colocando-se assim em discussão escolhas, procedimentos e critérios, ou seja, questões que envolvem o processo de criação dos restauradores.


A saga continua
7.07.2010 por moderador

O site do filme Tropa de Elite 2 vem, desde janeiro de 2010,  preparando seus futuros espectadores, ao trazê-los para trás das câmeras. Pode-se, como é prometido, “acompanhar o dia a dia da produção: fotos do elenco, notícias em primeira mão e vídeos com o treinamento dos atores, bastidores das filmagens e muita ação”. 


Sites com documentos de processo de criação
7.07.2010 por moderador

Está aumentando a quantidade de documentos de processo, das mais diversas áreas, que estão sendo disponibilizados na internet. O fácil acesso e a qualidade das imagens oferecem novas possibilidades de pesquisas a partir de cadernos, cartas, rascunhos etc.

A maneira como os sites estão organizados, na maioria dos casos, facilitam o estabelecimento de relações entre os diferentes documentos.

 Pode-se, assim, saber mais sobre os processos de criação da arte, da literatura e da ciência.


Sketchbooks, storyboards e maquetes de um cineasta
7.07.2010 por moderador

O site da exposição O estranho mundo de Tim Bruton , que aconteceu no MoMa em 2009, possibilita fazer uma visita virtual ao vasto universo ficcional desse inquieto cineasta, conhecendo também muitos dos  registros de seu processo de criação como sketchbooks, storyboards e maquetes. A exposição está em cartaz atualmente no Centro Cultural do Banco do Brasil (RJ) e segue depois para São Paulo.

  

  • Links Relacionados
 
 
CATEGORIAS
LINKS